Vai casar em 2017? 6 assuntos que deve tratar já

Vai casar em 2017? 6 assuntos que deve tratar já

Julho 19, 2016 Sem categoria

Eis que o pedido de casamento chegou e agora tem de começar a tratar de tudo. Claro que se vai questionar “ começo por onde?” o que devo fazer já? Não desespere pois tudo tem o seu tempo e com calma e organização tudo se resolve. Vamos lá então colocar mãos à obra…

1) Definir o budget

Primeiro passo que deve ser dado nesta altura, é decidirem qual o budget que tem disponível para o vosso casamento. Em seguida, comecem a estimar o orçamento para cada um dos items que vão necessitar. Por exemplo, estipulem quanto pretendem gastar no espaço, no fotógrafo, no vestido e por ai fora. Pois não é muito sensato gastar tudo num dos items e depois não ter verba para os restantes. Aqui o que vai pesar será a importância que cada um deles tem para vós, pois estas decisões vão delinear as restantes.

2) Procurar o espaço ideal

Aqui e em conjunto com o seu futuro marido, devem decidir que tipo de espaço gostavam, para fazer a recepção e se o preço do mesmo cabe no orçamento que estipularam para esta área. O vosso sonho é casar na praia? Num palácio? Num hotel? Ou numa simples quinta? Esta decisão também é essencial, pois vai influenciar muitas outras. Depois disto, basta começar a fazer uma pesquisa exaustiva pelo mercado e uma triagem prévia daqueles que reúnem estas duas condições. Seleccione alguns e marque uma visita ao local. Esta pesquisa vai poupar-vos imenso tempo, pois não vale a pena visitarem espaços que não estão, de todo, dentro do vosso orçamento.

3) Procurar os fornecedores certos

Bom aqui reside um pouco o busílis da questão. Pois caso não acerte nos fornecedores que vai seleccionar, corre o risco de arruinar a sua festa. O que quero dizer com isto? Imagine que contrata um DJ e que no dia a “criatura” resolve não aparecer? Não acreditam que isto seja possível? Podem acreditar pois já me aconteceu, nos primeiros anos da minha actividade como Wedding planner. Contrate apenas quem conhece ou de quem tenha muito boas referências.

4) Quem vai coordenar tudo?

Não caia no erro, em que muitos noivos teimam em reincidir, de contratar vários fornecedores e não ter ninguém para os coordenar no dia. Pois não se esqueça que no DIA vocês serão os noivos e não vão ter disponibilidade para gerir tudo isto. Caso não tenham contratado uma Wedding planner logo desde o inicio, façam-no agora para executar apenas esta tarefa.

5) Igreja ou apenas civil?

Bom agora que já podem respirar um pouco mais tranquilos, vamos lá tomar mais decisões. Vão casar pela igreja ou apenas fazer uma cerimónia civil, no próprio espaço? Caso optem pela igreja, não invalida a ida à Conservatória do Registo Civil para tratarem do vosso processo. Se optarem pela segunda opção terão apenas de ir à conservatória, que pode ser na área da vossa residência ou trabalho, mesmo que não seja igual ao local que seleccionaram para a cerimónia. Internamente o processo chegará à conservatória mais perto do espaço. Basta apenas dizer onde vai casar.

6) Lua-de-mel

Ok que já tratámos do espaço, dos restantes fornecedores, da igreja e da conservatória, mas há que não esquecer uma das coisas mais divertidas do casamento, a viagem de lua-de-mel! Sejam “mãos largas” quando fizerem a gestão do orçamento e coloquem uma boa fatia do vosso budget, nesta alínea. Acreditem que vai valer a pena!

Estes são os pontos mais importantes e que deve tratar já; depois todos os outros se vão resolvendo com o tempo. Pois há ainda muitas coisas para tratar. Mas não vamos desesperar…até para a semana!

Da vossa sempre amiga,

Olivia Magalhães

Wedding planner ♥♥